Tamanho da letra 
A-
A+
5/10/2011
Estado de Pernambuco deve analisar pedido de compensação de ICMS

4/10/2011
STF ratifica FUNRURAL favorável aos contribuintes

4/10/2011
Segunda Seção não admite dilação do prazo prescricional em caso de emissão de cheque pós-datado (Notícias STJ)

3/10/2011
Presidente do TRF2 mantém liminar que suspende aumento de IPI por 90 dias para carros da Chery


Mais Notícias
Receba, periodicamente, informativos sobre os principais acontecimentos jurídicos do Brasil.
 
Acusado de sonegação fiscal pede arquivamento da ação penal

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu Habeas Corpus (HC) 97419 em favor de acusado de sonegação fiscal, questionando decisão judicial que dividiu a ação penal a qual o réu responde. A acusação abrange os anos de 1998, 1999 e 2000, quando ele teria supostamente deixado de pagar tributos.

A defesa impetrou Habeas Corpus junto ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região, questionando o fato de a denúncia ter sido recebida pela Justiça Federal de São Paulo. À época, alegaram que havia pendência de decisão na esfera administrativa em relação aos anos-base 1999 e 2000.

O TRF da 3ª Região decidiu arquivar parcialmente a ação penal, exclusivamente em relação aos anos de 1999 e 2000, dando prosseguimento, entretanto, ao processo em relação o ano-base de 1998. A decisão foi posteriormente confirmada pelo STJ.

No recurso ao STF, a defesa pede o arquivamento da ação penal também em relação ao ano de 1998. Defende que, no caso de crime único e continuado, o Código de Processo Penal prevê a instauração de processo único. “Ninguém pode ser submetido ao constrangimento de um processo criminal desnecessário e, quiçá, sofre duas, ao invés de apenas uma condenação”, argumentam os advogados.

AT/LF

Fonte: STF